Arquivo da categoria: Uncategorized

Ô meu, o evento CH já foi!

Pra quem não sabe, no último dia 18 eu perdi o meu computador pela última vez – embora sem perda de dados, porquê o que pifou mesmo foram outras partes do hardware.
Escrevo estas palavras de um outro computador, desta vez zero bala – mas, em compensação, um Fiat 147 Positivo. E comprar outro computador não é tudo: é necessária a instalação de alguns softwares para edição de sites e para a publicação destes. Essa instalação demora algum tempo, coisa que eu não posso ter ultimamente, pois estou no meio de trabalhos importantes que estão me deixando loooou-cô, como diria o Quico nessas horas.

Não, Igor C. Barros, nem tudo anda bem no Universo Japão

Sacanárre classe executiva golden plus! Descobrimos a V*acom japonesa!
Cosplayers classificados para a final do World Cosplay Summit não poderão fazer personagens baseados em mangás da editora Shueisha.

A depreciável aprendiz de V*acom publica alguns mangás que “quase ninguém” faz cosplay, como Naruto, One Piece e Death Note.
Acessórios de Naruto já são vendidos prontos em São Paulo, de tanto que a série é popular. One Piece vem sendo muito lembrada pelos cosplayers. E Death Note traz personagens com um figurino muito simples: o personagem “L” (acho que é isso) é só um cara de camisa branca e calça jeans, o resto é mais cabelo e maquiagem. E a lista de mangás publicados pela Cueca, ou algo assim,  é imensa.

Por enquanto, isso acontece apenas com a final do WCS, transmitida pela TV Aichi, do Japão. E eu (que nem cosplayer sou) espero que fique solamente por lá.

Campanha “Volta, Perdidos”

Este é o blog de menor audiência entre todos os hospedados na WordPress. Não sei se vai dar certo, mas é o seguinte.
O pessoal que fez o documentário “Volta perdidos”, e pôs para download: Vocês colocaram de um jeito que o Rapidshare só permitiu 10 downloads.  Isso foi colocado em um site com um tráfego monstruoso, que é o OhaYo – só o principal site do Universo Japão na Internet. PellamordeDeus, coloquem isso em outro lugar, como Mediafire ou 4Shared, sites sem essas limitações bestas é a sirene da ambulância!
“Ah, mas tá no YouTube…” – Cês colocaram na boca do vulcão! Os seguidores do deus asteca Copirráite já já acham e detonam isso! E se vocês consideraram que haveriam pessoas, como eu, que achariam mais seguro assistirem dessa forma, então coloquem à disposição como eu disse.
Belêzz?? Peace!

http://www.forumchaves.com.br / http://www.forumch.com.br

Algo de novo no ar

A partir de agora, estamos postando na WordPress. As postagens antigas, desde 2006, seguem abaixo.

Esquerdos humanos

Hoje faltam 100 dias para os 100 anos da imigração japonesa!!
E o que isso tem a ver? É que já já, o mundo só vai pensar en sus hermanos chinésses… Sacanagem! Pelo menos no Japão tem esquerdos* humanos!!

(*) é pra tapear o Gúgol, pessoal…

E quando eu já ia postando assuntos aleatórios por aqui, eis que do nada surge mais um assunto: o desenho animado do Chaves acaba de sair do ar quando este mostrava… episódios inéditos.

Portanto, minha amiga dona-de-casa, larga de comprar essa tal de Telesena e esse diacho desse Baú. Assim sobra mais dinheiro pra condução e pra feira!
Uma campanha de irresponsabilidade social da Rede Recó… digo, Rede Igor C. Barros.

Cadeiras

Parafraseando Dorival Caymmi, “eu não tenho onde sentar…”
Talvez esteja aí um problema que está afetando sériamente a minha produtividade. Infelizmente, devido to the reduced verb, no meu computador eu uso uma cadeira bem inadequada para essa atividade, deslocada da cozinha… A cadeira é de fibra de vidro, e de uma empresa líder de mercado, a Emplarel, cujo maior trunfo é ser a fornecedora de cadeiras do McDonald’s. E está aí o problema. A menos que você seja um glutão de marca maior que está fazendo um teste “quanto eu posso comprar no Mac com 500 reais” ou precise esperar alguém lá dentro (duvido que eles deixem), você nunca precisará ficar lá dentro por 5, 6 horas, como eu preciso em atividades como a vetorização de certos desenhos e a podrução musical (se bem que depois que eu conheci a música “Boneca de Plástico” do DJ Garotinhu, comecei a valorizar as minhas… A phaixa é uma gentileza de Universo Pânico.)

Aí cês me perguntam: como é que você escreve tanto nos blogs e faz tão pouco em matéria de sites e vídeo? É que boa parte das postagens partem do meu çervisso, uma sala com ar condicionado e cadeiras de escritório, com rodinhas… como as que eu tinha em 1996, quando mudei para o lugar onde estou hoje. Só que naquela época eu não tinha computador, e Internet, muito menos.

E eu só queria saber como Jô Soares não tem esse problema. Segundo contou a jornalista Adriana Bak na AllTV, certa vez, quando ela ainda trabalhava em mídia impressa, ela precisou cobrir o lançamento de um livro de Jô Soares, que aconteceu na residência do mesmo, e ela enfrentou uma série de problemas com seu notebook, que não funcionava, e o horário de fechamento da matéria estava quase estourando. Os problemas se estenderam a ponto de Adriana continuar no local enquanto os outros jornalistas tinham ido embora, e em uma situação vexatória, sentada no chão, tentando usar o notebook com a fonte de alimentação ligada em uma tomada da casa do escritor. Jô, com toda a calma do mundo, levou Adriana para o local onde ele escreve seus textos, em um lugar confortabilíssimo e com um computador de primeira – e com uma (ahá) cadeira de escritório daquelas!! Daquelas que eu deveria ter por aqui, capisci? E foi de lá que Adriana mandou o texto para o jornal, via E-Mail. Antes disso, Jô ligou para o chefe dela no telefone falando pra ele esperar só mais uns 5 minutinhos, “a moça tá quase enfartando”, disse ele, “não quero ser responsável por uma tragédia”… (não me lembro bem o que ela disse, mas foi mais ou menos isso).

Ainda consigo uma cadeira de escritório decente de novo. As de 1996 quebraram, porquê eram de um modelo inadequado pra gente: sem coluna atrás, com o encosto preso nos próprios braços…

PS: Alguém se lembra que nos anos 80, as eleições seriam hoje?! É verdade, me lembro da cidade tomada por panfletos de Orestes Quércia, Antônio Ermírio, Paulo Maluf, João Leiva… Bons tempos! Atualmente, as eleições são no primeiro domingo de outubro.