Arquivo da tag: SBT

Quem gosta das velhas é o SBT

Agora  no SBT está passando o famoso episódio onde Chaves e Quico aprendem a tocar violão e ficam cantando “Quero ver, outra vez, seus olhinhos de noite serena” – versos que até quem não é fã da série já conhece.
Só que eu não sabia que esse episódio também foi dublado duas vezes.

Houveram alguns casos de episódios que infelizmente foram re-enviados para dublagem em 1998 e 1992. Uns poucos quando Sandra Marah foi pra Itália e foi substituída por Cecília Lemes, e outros por, sei lá, erros ou desorganização mesmo. Houve, inclusive, um episódio que foi dublado TRÊS vezes. Perda de tempo total. Se nada fosse repetido, acho que teríamos mais uns 15 episódios inéditos de Chaves dublados por Marcelo Gastaldi – a voz “clássica” de Chaves – e equipe.

Anúncios

SACANÁRRE! Chapolin sai do ar, de novo

E desta vez, sem motivo aparente, já que estava dando boa audiência ao SBT. O programa saiu nesta segunda-feira, 2 de maio, quando estrearam, lá no fim da tarde, o novo Casos de Família com Cristina Rocha, e o novo Programa do Ratinho.

EM COMPENSAÇÃO (se bem que pra compensar a ausência de Chapolin é forhands) entra no ar o site do Movimento Volta Perdidos CH:

http://www.voltaperdidosch.com/

Acesse e divulgue, que já já até o Pânico vai falar nisso, porque aí tem Pânico pra manga!

Verônica Castro: mais perto do mundo CH do que se imaginava!

“VERO”: MAIS PERTO DO MUNDO CH DO QUE SE IMAGINA
Atualização e correção importante no Tinha que ser o Chaves: Verónica Castro é esposa de Manuel “Loco” Valdés (com S), irmão de Ramón Valdés! Manuel, o caçula, esta vivo e até apareceu no SBT, nas novelas “Viva às Crianças” e “Amy, a menina da mochila azul”. É isso que dá eu não curtir essas novelas, quem ia imaginar que o irmão do Seu Madruga estaria nelas?!

Verónica Castro foi protagonista da novela Os Ricos Também Choram, a primeira produção dublada e em videotape exibida na TV brasileira. Aparentemente, as primeiras imagens de Chaves e Chapolin chegaram ao Brasil meio que acidentalmente junto com esta e as novelas subsequentes (como “Meus filhos, minha vida” – me lembro como se fosse hoje de um programa Domingo no Parque onde tinha uma prova que as crianças tinham que fazer tudo igual umas às outras. Aí Sílvio dizia: “Agora vocês ligaram a televisão, agora começou Meus Filhos, Minha vida, todo mundo chorando!” E as crianças fingindo que choravam… Não entendi nada na época, hoje eu dou risada quando lembro.)
* ERRATA: Meus Filhos, Minha Vida é uma novela nacional, escrita por Ismael Fernandes, Henrique Lobo e Clayton Sarzi, exibida entre 1984 e 1985, ou seja, esse programa Domingo no Parque não é tão antigo assim. A novela foi reprisada em 1987 e 1990.

Tudo isso aconteceu por causa de um brasileiro (cujo nome saiu numa matéria da Folha, não anotei e até hoje me arrependo) que, naquela época, era vice-presidente da Televisa, e foi por iniciativa principalmente dele, que as novelas da emissora foram oferecidas ao SBT.

40 ANOS DEPOIS DOS INCAS VENUSIANOS, A INVASÃO ASTECA!
Mas uma coisa ainda não está no site… e eu acho que nem caberia, então vai aqui mismo: a nova ofensiva da TV Azteca no Brasil. Não é bem da TV, mas das lojas Elektra, pertencentes ao grupo Salinas, e que terão miniagências do Banco Azteca para financiamentos, seguros, e coisa e tal. Ao contrário da Televisa, que pretendeu fazer produções no Brasil nos anos 90, mas nada saiu do papel, a Azteca vem para fincar su bandera no país que coloca o til nas vogais em vez das consoantes. A Elektra é a maior varejista de móveis e eletrodomésticos da América Latina! É, nessa, não é a Televisa que está na frente.
Aliás, o Bradesco que se cuide: o Banco Azteca mostra no site deles uma forma muito mais avançada de segurança, a Assinatura Azteca (Firma Azteca), um chaveiro que gera senhas NA HORA e que ficam mudando a todo instante… Mas para derrotar o Bradesco, sr. Salinas, no Brasil, a senha é: aire acondicionado, que Bradesco lo deja apagado para desconhorto de la gente que se queda dentro de las sucursales por hueras y hueras en las líneas… Enciéndalo, ¡y serás, en el mínimo, el número dos en Brasíl !
(PS – Y no quites ninguno video en YouTube!! )